As suas necessidades de cuidado duram uma vida inteira

        Do que você precisa para viver? Será que você incluiria a psicoterapia como algo imprescindível para a sua sobrevivência? Você se olha e se vê como qualquer outro bicho-animal? Um bichinho-animal precisa para viver: respirar, comer e de outro bicho-animal mais experiente que cuide dele. Esse cuidado dura até que o bichinho-animal adquira comportamentos que o capacitem a cuidar de si mesmo por toda a sua vida. Esse aprendizado varia de alguns minutos a alguns poucos dias. Praticamente, um bicho-animal já nasce sabendo viver. Quando você se olha e se vê como bicho-homem, as suas necessidades de cuidado duram uma vida inteira. O bicho-homem não nasce sabendo viver, ele aprende enquanto vive.

        Dentre algumas necessidades básicas descobertas pelo bicho-homem, destaco três perguntas que alguns desses bichos fazem: quem sou eu, de onde eu vim e para onde eu vou? Esses são os bichos que procuram a psicoterapia, os perguntadores, os inquietos, os curiosos, os cientistas, os adeptos de religiões e os insatisfeitos com as suas próprias respostas e as respostas dos outros para as suas questões.

        Tem, também, aqueles bichos que são levados para a psicoterapia por alguém, por engano ou por ocasião, pois não tem a menor ideia do que está se passando com eles. São aqueles bichos com dificuldades de aprendizagem, com dificuldades de concentração, com dificuldades de relacionamentos, com dificuldades de lidar com as dificuldades dos outros, enfim, em dificuldades. Há aqueles outros bichos com indefinições profissionais, vítimas de abusos sexuais dentro da própria família e fora dela, vítimas do alcoolismo, com falta de foco, com falta de projetos de vida, com falta de amor, com falta.

        Mas também tem aqueles bichos que procuram a psicoterapia por vontade própria. Aqueles que querem entender os amores desfeitos ou que estão por se desfazer ou como fazer um. Aqueles que ainda querem entender os seus complicados relacionamentos com os pais ou com os filhos. Aqueles que tem sentimentos de rejeição e muitas outras questões. O bicho-homem não cessa de criar necessidades para si.

        Ah! Tem também aqueles bichos desenganados pela medicina. Aqueles orientados para procurar a psicoterapia porque os motivos das suas queixas são de “fundo emocional”. E mais alguns tantos outros bichos precisam de psicoterapia por motivos impensáveis como a asma, gagueira, hipertensão, dores no corpo, insônia, depressão, irritabilidade e outros incômodos crônicos menos famosos.

        Os bichos buscam a psicoterapia ou são levados até ela? Algo parece comum, muitos bichos buscam a psicoterapia para encontrar respostas para o que consideram que não vai bem na sua vida. E, por incrível que pareça, não é que eles encontram! Os bichos encontram uma pessoa em si mesmos. Alguém que sempre esteve ali com eles e eles ainda não tinham notado.

        Se você deseja mudar um comportamento, um jeito de sentir, uma forma de pensar, a psicoterapia é uma atividade que ajuda você a obter êxito nessa mudança. Você também pode tentar mudar sozinho seus comportamentos, sentimentos e pensamentos.

Basta saber como proceder

        O que um psicoterapeuta faz é acompanhar você no seu processo de mudança. E cá entre nós, estar acompanhado num processo de mudança é bem melhor do que estar sozinho. É que aprendemos o nosso jeito de ser nas relações que temos com o mundo. Portanto, o que pretendemos mudar é a nossa forma de nos relacionar com o mundo. Essa forma de se relacionar com o mundo passa pela forma como nos relacionamos com nós mesmos. Esse é o desafio da psicoterapia: compreender como nos relacionamos com nós mesmos. E para isso, nada melhor do que ter uma outra pessoa por perto nessa caminhada.

2 respostas para “As suas necessidades de cuidado duram uma vida inteira”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *